Agricultura

Chocolate do sul da Bahia conquista consumidores de São Paulo

Na semana que antecede a Páscoa, com a tradição dos ovos de chocolate, São Paulo recebeu o Chocolat Festival, realizado de sexta (12) a domingo (14), na Bienal do Ibirapuera. Com apoio do Governo da Bahia, o evento recebeu cerca de 20 mil pessoas e gerou R$ 5 milhões em negócios, abrindo um novo e importante mercado para o chocolate de origem produzido no sul do estado.

Cafeteria e chocolateria são destaques da Feira da Agricultura Familiar

Um cantinho aconchegante para uma boa prosa? Também temos! Os visitantes da 9ª Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária contam este ano com uma cafeteria e chocolateria, ambiente criado especialmente para os amantes de  café e chocolate degustarem um produto de qualidade.
 
O evento acontece no Parque de Exposições de Salvador, em paralelo à 31ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), até o próximo domingo (2).

Bahia lidera número de propriedades rurais do país

Dados preliminares do Censo Agropecuário 2017, divulgados nesta quinta-feira (26), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em Salvador, apontam que a Bahia continua sendo o estado brasileiro que abriga o maior número de estabelecimentos rurais, contabilizando mais de 762 mil estabelecimentos. O estudo também revela um crescimento nas cadeias produtivas da fruticultura e caprinocultura da Bahia.

Agricultores da bacia do Utinga manifestam preocupação com vazão do rio

Representantes de agricultores familiares da Bacia Hidrográfica do Rio Utinga estiveram presentes, nesta quarta-feira (13), na Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) para tratar, junto ao secretário João Carlos Silva, do iminente agravamento da crise hídrica na região. Segundo os agricultores, a grande redução da vazão do rio no período recente sinaliza para a possibilidade de falta de água em cerca de 20 dias, caso não haja chuvas.

Sul da Bahia se consolida como região dos chocolates finos

A verticalização da cadeia produtiva do cacau, com a valorização das amêndoas de qualidade, está provocando o surgimento de marcas regionais de chocolates finos, que variam de 50% a 100% de cacau na composição. Este é um mercado que cresce 10% ao ano no Brasil, enquanto o mercado tradicional cresce apenas 2%. Atualmente são cerca de 40 marcas de chocolate do Sul da Bahia, que já estão conquistando mercado no Brasil e no exterior.
 
A agricultura familiar também está presente na produção de chocolates.