08/10/2019 - 17:23

Terceiro edital do Partiu Estágio alcança mais de 20 mil inscrições

O terceiro edital do Programa Partiu Estágio do ano de 2019 atingiu a marca de 20.392 inscritos. O edital foi lançado no dia 4 de setembro e ofereceu 2.838 vagas, distribuídas entre 61 órgãos e entidades da administração pública, alocados na capital e em 40 municípios do interior. As inscrições foram encerradas na última sexta-feira (4). A novidade desta edição do programa foi a inclusão de alunos de cursos de graduação da modalidade Ensino a Distância (EaD) de instituições com sede/pólo na Bahia.
 
O Partiu Estágio foi criado em 2017 com o intuito de oportunizar os jovens estudantes de cursos de graduação de toda a Bahia. Somando os seis editais já lançados, mais de 100 mil estudantes universitários já se candidataram ao Partiu Estágio. Ao todo, pouco mais de 9 mil foram contratados para atuar no serviço público estadual baiano.
 
O cadastro dos mais de 20 mil inscritos irá compor um banco, com validade de seis meses. É deste banco que sairão as convocações dos novos estagiários do Estado, de acordo com a demanda os órgãos públicos. A próxima convocação será anunciada em tempo oportuno, no site da Secretaria da Administração (Saeb). Os selecionados terão dez dias úteis para se apresentarem, como previsto em edital.
 
Como na edição anterior, o Partiu Estágio terá a reserva de 10% das vagas ofertadas para portadores de deficiência física, conforme previsto pela Lei 11.788/2008. Sobre o quantitativo de vagas não reservadas, terão prioridade universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Não poderão se inscrever estudantes beneficiados pelo Projeto Estadual de Auxílio Permanência, instituído pela Lei 13.458/2015.
 
Sobre o programa 
 
O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. 
 
O contrato de estágio tem duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto quando o estudante é deficiente físico. A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, chegando a 20 horas semanais, distribuídas de acordo com a necessidade da administração pública. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais.
 
Fonte: Ascom/Saeb