27/12/2019 - 17:22

Reforços para a mobilidade, saúde, segurança e educação são destaque na Bahia em 2019

Os investimentos do Governo do Estado têm proporcionado conquistas importantes e desenvolvimento social e econômico para os baianos. A Bahia fecha o ano de 2019 com números positivos, inaugurações realizadas e ordens de serviço assinadas para obras que reforçam as áreas da saúde, educação, segurança e mobilidade urbana.

Um total de 15 Policlínicas Regionais de Saúde já estão em funcionamento, disponibilizando atendimento médico especializado para 7,8 milhões de cidadãos de 285 municípios das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso, Juazeiro, Vitória da Conquista, Jacobina, Itabuna, Senhor do Bonfim e Simões Filho, onde estão instaladas as unidades.
 
“Foi um excelente ano para a saúde pública da Bahia, nós nos posicionamos como o Estado que mais investiu em saúde entre todos os Estados do Brasil. Conseguimos expandir a rede de atenção especializada construindo mais policlínicas, expandimos a atenção hospitalar construindo novos hospitais, incluindo o Metropolitano que será inaugurado no começo de 2020; fortalecemos os nossos hospitais reformando, modernizando, ampliando, implantando serviços de oncologia, cirurgia cardíaca, cardiologia em várias regiões da Bahia”, afirmou o secretário estadual da Saúde (Sesab), Fábio Vilas Boas.
 
Outro destaque importante para a saúde é a construção de uma Central de Inteligência e da nova Central Estadual de Regulação (CER), que já está com obras avançadas. Com investimento de R$ 7,7 milhões, as centrais vão monitorar e acompanhar todas as unidades através de indicadores de desempenho da rede, em tempo real, e vão funcionar na Central Integrada de Comando e Controle da Saúde, que está sendo construída ao lado da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), no Centro Administrativo (Cab), em Salvador.
 
Segurança
 
As ações de segurança conseguiram diminuir em 9,4% o número de crimes violentos letais intencionais (CVLIs), que englobam homicídios, latrocínios e lesão corporal seguida de morte. As reduções ocorreram na capital, RMS e interior, entre 1º de janeiro e 25 de dezembro de 2019. Os Crimes contra o Patrimônio, que são os roubos a veículos, ônibus e bancos, também tiveram queda. No total, em todo o estado, 518 vidas foram preservadas este ano por meio de atividades preventivas, ostensivas e investigativas das polícias.
 
Na capital, a queda foi ainda mais expressiva, chegando a 11,1%; seguida pelo interior com 9,6% menos crimes; e Região Metropolitana de Salvador (RMS) com 4,6%. Os roubos a veículos também caíram 8,8%, sendo registradas menos 468 ocorrências. O acumulado para roubos a transporte coletivo teve redução de 3,8% (menos 76 casos). Redução expressiva também nos roubos a bancos, que tiveram queda de quase 25%, passando de 65 casos em 2018 para 49 em 2019, no período de 1º de janeiro a 22 de dezembro.
 
Para o secretário da Segurança Pública (SSP), Maurício Barbosa, os números refletem os investimentos feitos pelo Governo do Estado. “Com muito esforço conseguimos manter as reduções dos índices criminais. A preservação de vidas continua sendo nosso principal objetivo e este ano chegamos a quase 10% de diminuição no número de mortes, no estado, mostrando que estamos no caminho certo. Por isso, continuaremos investindo em tecnologia e capacitação, trazendo para a Bahia o que há de mais moderno no setor”.
 
Mobilidade
 
Para o desenvolvimento da mobilidade urbana na Bahia, mais de R$ 10 bilhões serão investidos nos próximos anos. No último dia 10, a Estação Ferroviária da Calçada foi palco para a assinatura da ordem de serviço para a implantação do Veículo Leve de Transporte (VLT) na capital baiana. O VLT fará a ligação entre o bairro do Comércio, em Salvador, e a localidade conhecida como Ilha de São João, situada em Simões Filho, na região metropolitana. A obra será executada pelas empresas Metrogreen e Build Your Dreams (BYD). Esta será a primeira fase de implantação do VLT e terá 19,2 quilômetros de extensão, com 21 estações. O meio de transporte irá beneficiar 600 mil pessoas e terá capacidade para realizar o transporte diário de 172 mil usuários. A previsão é de que todo o sistema esteja em operação no prazo de dois anos.
 
O governador também autorizou a ampliação do metrô de Salvador, que vai chegar ao bairro de Cajazeiras, passando por Águas Claras, na região onde será construída a nova rodoviária. O novo tramo contará com duas estações: uma em Campinas de Pirajá e outra em Águas Claras/Cajazeiras, onde também será construído um terminal de integração. O trecho terá 5,5 quilômetros de extensão, implantado pelo lado esquerdo da Rodovia BR-324, no sentido Salvador/ Feira de Santana, começando no KM-622, em Pirajá, e seguindo até o KM-616 (viaduto de Águas Claras).
 
O secretário de Infraestrutura do Estado (Seinfra), Marcus Cavalcanti, afirmou que são obras muito importantes para o desenvolvimento econômico da capital e região metropolitana. “Mas também estamos focados no desenvolvimento de outras regiões. Em 2019 tivemos a execução de obras como também na conclusão de aproximadamente 800 quilômetros de rodovia. Estamos com 1.200 quilômetros de rodovias em andamento de construção, que dão um bom resultado de projeção para o ano de 2020. Também tivemos assinaturas de muitos contratos de grande importância para a infraestrutura do estado, como por exemplo a assinatura do contrato para a construção de novos aeroportos.
 
Educação
 
Na educação, destaque para a nomeação de 3.760 professores e coordenadores pedagógicos aprovados no concurso público de 2018. Em 2019, o Estado investiu R$ 120 milhões em construção, ampliações e manutenção de escolas. Deste total, mais de R$ 11 milhões foram para as novas unidades em Lajedinho (C. E Professora Delzair do Nascimento Galvão); Feira de Santana (C.E Fênix); Maraú (C.E Antonio Eduardo Ribeiro Rocha, no Distrito de Barra Grande); Luís Eduardo Magalhães (Colégio Maria Otília Lutz); Jequié (C.E Luiz Neves Cotrim) e Jacaraci (C.E Zuleide Freire de Abreu), este inaugurado no último dia 20 de dezembro. Além destas, a Escola no Assentamento Jaci Rocha, no município de Prado, está em fase de conclusão.
 
“Foi um ano muito estratégico para a educação. Estamos com um projeto de construção de 20 complexos esportivos educacionais com ginásios de esporte, pista olímpica, quadras, campos de futebol e até piscina para que sejam utilizados por escolas municipais, estaduais e particulares. Celebramos também a chegada de coordenadores pedagógicos nos colégios públicos, que são profissionais que cuidam e ajudam a escola a se organizar”, afirmou o secretário de educação “Jerônimo Rodrigues”.
 
Até 2022, mais 60 escolas serão construídas na Bahia. Todas as unidades serão de grande porte e de alto padrão, com biblioteca, laboratórios, auditório, quadra coberta e campo society, dando condições para os alunos aprenderem. Com R$ 200 milhões em investimento, a licitação para a construção de 12 escolas, deste total de 60, será lançada já em janeiro de 2020.
 
 

Repórter: Tácio Santos