25/03/2020 - 15:01

Professores usam aplicativo e envolvem as famílias nas atividades pedagógicas em domicílio

Os estudantes da Escola Estadual Severino Vieira, localizada no bairro de Nazaré, em Salvador, estão aproveitando o período de suspensão das aulas presenciais, por conta da prevenção ao Coronavírus (Covid-19), para estudar em suas casas. Para isso, o corpo docente da unidade escolar está contando com o envolvimento das famílas. Os professores prepararam uma série de atividades pedagógicas que estão sendo enviadas por meio de grupos de WhatsApp dos pais e responsáveis dos estudantes para que eles tenham acesso. A iniciativa visa dar suporte ao processo de aprendizagem.
 
A diretora da escola, Ana Paula Neves, destacou a importância da iniciativa. “Estamos reorganizando as atividades pedagógicas com o objetivo de viabilizar a continuidade da rotina de estudos dos nossos alunos e diminuir o tempo ocioso. As atividades são enviadas semanalmente, por área de conhecimento e são trabalhados textos, filmes, livros e músicas. Quando surgem dúvidas, elas são tiradas através dos coordenadores, que estão em contato direto com os professores. É uma maneira também, neste momento tão difícil, de permanecermos juntos interagindo, revisando conteúdos, ensinando e aprendendo”, explicou a gestora. 
 
A professora de Artes da escola, Conceição Lima, desenvolveu uma atividade sobre Arte Moderna, na qual os alunos irão elaborar uma situação contextualizada com o assunto na forma de desenho, pintura, escultura, fotografia, vídeo, texto, poesia ou música, tendo como tema 'As vantagens da tecnologia na emoção do ser humano do século XXI'. 
 
“Passamos a utilizar as redes, onde estamos tentando construir um diálogo por meio dos conteúdos dados em sala de aula. Percebemos que o conteúdo enviado via net cria possibilidades para o estudante reinventar situações elaboradas por eles, de forma simples e construtivas. Neste momento, diante do conhecimento, eles estabelecem ações e revelam o seu potencial e entendimento, alargando assim, formas de interagir com os conhecimentos diversos”, disse Conceição. 
 
A estudante Maria Luíza Pereira, 14, 9º ano, aprovou a iniciativa da escola. “Antes mesmo de ficar sabendo das atividades enviadas on-line, eu já estava entrando em contato com a coordenação da escola para saber se tinha alguma orientação de estudos. Essa ideia é muito boa, pois ficar 30 dias sem aula seria muito tempo perdido e aprender mais um pouco é sempre bom. Adorei a atividade de Artes que a professora Conceição elaborou. Estou procurando imagens em revistas sobre o tema para fazer uma colagem como forma de reciclagem”, afirmou. 
 
Suspensão das aulas
 
As aulas estão suspensas desde o dia 19 de março, nas escolas estaduais e da rede privada, em todos os municípios da Bahia. As determinações têm por objetivo evitar a disseminação do vírus que causa a doença Covid-19. Após a suspensão, as aulas da rede estadual serão repostas, garantido os 200 dias do ano letivo.
 
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado