10/07/2019 - 13:22

Premiação do Estado vai pagar R$ 32 mil para servidores públicos

O prêmio Boas Práticas no Serviço Público vai distribuir um total de R$ 32 mil para servidores públicos que desenvolvem ações, projetos ou atividades inovadoras, que promovam a melhoria da qualidade do serviço público. O primeiro lugar receberá R$ 10 mil, enquanto o segundo colocado leva R$ 7 mil e o terceiro R$ 5 mil. Ao todo serão contemplados os dez primeiros classificados. Podem ser inscritas iniciativas de qualquer área do estado, pertencente a um dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário).

Os projetos devem visar o aperfeiçoamento dos serviços públicos, a melhoria do atendimento ao cidadão, o aprimoramento de processos ou economia para os cofres do Estado. As inscrições estão abertas até o dia 22 deste mês e podem ser feitas acessando o Portal do Servidor, clicando no banner do Boas Práticas.

Podem ser inscritas iniciativas desenvolvidas pelos servidores nas suas áreas de atuação como um software de computador, ou uma ação para melhorar as rotinas de trabalho, ou ainda um projeto que aprimore o atendimento ao público. Valem ações, programas ou projetos de qualquer área do Estado: saúde, segurança pública, educação, administração, dentre outras.

O Prêmio de Boas Práticas de Trabalho no Serviço Público Estadual é concedido a cada dois anos, em comemoração ao Dia do Servidor Público (28/10) e como parte da política de valorização do funcionalismo estadual. Instituído pela Lei número 10.848, o Boas Práticas completa dez anos em 2019, com cerca de uma centena de servidores públicos contemplados e muitos projetos, ações ou programas implementados, que ajudam no aprimoramento da gestão pública.

Os ganhadores são escolhidos em duas etapas. Primeiro é feita uma pré seleção dos melhores projetos, elegidos por uma comissão composta por representantes de vários órgãos públicos e entidades (Secretaria da Administração, Secretaria do Trabalho, Casa Civil, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, Poder Judiciário, Poder Legislativo, Ministério Público e Defensoria Pública. Em seguida, é realizada uma visita in loco, quando é feita uma segunda avaliação. Dentre os critérios analisados estão abrangência e sustentabilidade do projeto, benefícios, tempo de dedicação do servidor e economicidade gerada pela ação.



Valores da premiação de acordo com as colocações:

Premiação 1º Lugar: R$ 10.000,00

Premiação 2º Lugar: R$ 7.000,00

Premiação 3º Lugar: R$ 5.000,00

Premiação 4º Lugar: R$ 3.000,00

Premiação 5º Lugar: R$ 2.000,00

Premiação do 6º ao 10º Lugar: R$ 1.000,00


Fonte: Ascom/ Saeb