27/03/2020 - 10:26

Internos do Conjunto Penal de Itabuna ampliam produção de máscaras de proteção

Depois de sair na frente com a produção de máscaras de proteção contra o novo coronavírus, o Conjunto Penal de Itabuna vai ampliar o número de reeducandos e a produção do insumo. A unidade prisional, administrada em regime de Cogestão entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e a Socializa, iniciou a produção na semana passada, com cinco internos.

Na última quarta-feira (25), foi autorizada a ampliação desse número para 30 reeducandos, que serão orientados por dez instrutores da empresa Socializa. Os internos serão remunerados para a ação, além de terem direito à remissão de pena, de acordo com os parâmetros previstos na Lei de Execuções Penais.

A produção nos primeiros quatro dias, com os cinco reeducandos que iniciaram o trabalho, chegou a 2.080 máscaras, uma média de 520 por dia. Agora, com 30 internos e internas operando as máquinas, a expectativa é que a produção aumente em grande escala, embora o Governo do Estado ainda não tenha definido uma quantidade.


Fonte: Ascom/Seap