14/10/2019 - 16:38

Em Roma, Rui discute investimentos com quatro empresas italianas

O governador Rui Costa cumpriu uma série de compromissos em Roma, na Itália, nesta segunda-feira (14), um dia após a canonização da Santa Dulce dos Pobres, realizada no Vaticano. "Não poderia perder a oportunidade de dialogar com empresários que têm capacidade de investir na Bahia. Não medirei esforços para divulgar o potencial que temos de gerar bons negócios a investidores internacionais. Vou continuar enfrentando a crise desta forma, com muito trabalho e seriedade, para gerar emprego e renda para os baianos", destacou Rui após as reuniões na capital italiana. 
 
A primeira agenda do dia começou às 8h, com representantes do Grupo Leonardo, e encerrou por volta das 11h. Na reunião com o CEO da empresa italiana, Lorenzo Mariani, o governador apresentou as possibilidades de investimentos na Bahia e destacou a licitação, que deve ser lançada em breve pelo Governo do Estado, para implantação do sistema de vídeo monitoramento por reconhecimento facial em 60 cidades baianas. A empresa tem atuação em diversas áreas, incluindo a fabricação de helicópteros, mas a tecnologia para segurança pública é uma das suas especialidades.
 
"Temos conseguido, ao longo dos últimos cinco anos, reduzir a violência na Bahia e no Nordeste. Mas os índices ainda são altos e os crimes mais violentos estão relacionados, direta ou indiretamente, ao tráfico de drogas. Com o uso da tecnologia, temos a possibilidade de reduzir esses números cada vez mais. Por isso, apostamos no sistema de videomonitoramento por reconhecimento facial", disse Rui durante a reunião, que acabou impedindo sua ida para a missa de ação de graças pela canonização de Irmã Dulce, realizada também na manhã desta segunda (14), em Roma.
 
Intercâmbio cultural 
 
Na sequência, acompanhado do chefe da Casa Civil, Bruno Dauster, o governador se reuniu com o príncipe da Arábia Saudita, Abdul Aziz Bin Faisal Al Saud, e o Sheik Abdulqaker Al Mashhor, que, a princípio, estavam interessado na exportação de comodities baianas. Durante a conversa, Rui apresentou outras possibilidades de investimento no estado e abriu a possibilidade de desenvolver um intercâmbio cultural com a Arábia Saudita.
 
A agenda em Roma teve continuidade em um novo encontro com o Grupo Leonardo, desta vez também com representantes das empresas Excelentia e TeleSpazio. A Excelentia investe em pesquisa e tecnologia, com foco no mercado de mobilidade elétrica urbana. Já a TeleSpazio desenvolve desde sistemas espaciais até o gerenciamento de serviços de lançamento e controle em órbita para satélites.
 
Primeiro Emprego
 
Por fim, Rui esteve na Embaixada do Brasil em Roma, onde se reuniu com Filippo Maria Grasso e Paolo Dal Pino, executivos da Pirelli. A empresa italiana possui uma unidade com 1,3 mil funcionários em Feira de Santana e deve ampliar os investimentos na Bahia. Durante o encontro, o governador sugeriu que a empresa faça a adesão ao programa Primeiro Emprego, assegurando vagas para estudantes egressos da rede estadual na fábrica em Feira de Santana. 
 
"Podemos, inclusive, implantar cursos técnicos na cidade que atendam à demanda operacional da Pirelli. Será bom para a empresa e bom para nossos jovens", afirmou o governador. Participou da reunião o embaixador Hélio Vitor Ramos Filho, com quem Rui discutiu a necessidade de estreitar os laços da Bahia com a Itália. A agenda foi encerrada já depois das 19h, ainda tarde de segunda-feira (14) no Brasil.