13/04/2019 - 12:54

Creches recebem material didático do programa Mais Infância

As creches-escolas que participam do programa Mais Infância, desenvolvido pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), receberam o material didático que professores e alunos vão usar neste ano. Os livros foram entregues durante o segundo encontro de 2019 do Mais Infância, realizado no Teatro da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Salvador, neste sábado (13). 
 
Na ocasião, a educadora Ieda Santos destacou que o programa "é muito importante para nós, pois nos traz uma nova abordagem, uma nova forma de educar, de ver e valorizar o outro. Nós levamos para a sala de aula o que aprendemos aqui. Depois que comecei a participar do programa, minha forma didática mudou muito. Aprendi a trabalhar mais a ludicidade, a planejar, a organizar, a acompanhar os alunos e os planos de aula”.  
 
Segundo o coordenador do Mais Infância, Manoel Calazans, o programa foi idealizado pela primeira-dama do Estado e presidente das VSBA, Aline Peixoto, e iniciado em 2017, com a participação de 250 professores. "Hoje são mais de 700 educadores populares de creches comunitárias. É um avanço muito significativo. Este ano, além do material para o professor e do diário de bordo, nós temos o livro do aluno, que potencializa muito o trabalho de ensino e aprendizagem", afirmou. 
 
Calazans acrescentou que, aos sábados, "o Mais Infância realiza os trabalhos de capacitação dos professores. O foco é pedagógico, para que eles ensinem melhor, e as crianças tenham sucesso na vida escolar”. 
 
Entre os educadores que participam da capacitação, Simone Alves, da Associação Dom Bosco, ressaltou que o programa ensina "a lidar com certas situações práticas. A gente adquire o conhecimento. O Mais Infância nos dá o norte. Muitas vezes não sabemos qual atividade aplicar, e o material didático nos dá este caminho”. 
 
O Mais Infância vem qualificando os educadores que lidam com crianças de 0 a 5 anos, por meio de um conjunto de ações pedagógicas. A ação busca, ao longo dos ciclos, melhorar e promover a integração e socialização das crianças e as respectivas famílias.
 
Repórter: Raul Rodrigues