31/10/2018 - 14:19

Centro de Referência oferece atendimento especial para idosos

O Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi) completa 20 anos em janeiro de 2019 e ao longo do tempo vem oferecendo atendimento especial para pacientes da terceira idade que precisam de cuidados específicos. Com uma média de 8 mil atendimentos por mês, a unidade vinculada à Secretaria de Saúde do Estado é voltada para o atendimento especializado do idoso frágil.

Entre os serviços oferecidos estão ambulatório, geriatria, enfermagem, fisioterapia, cardiologia, entre outros. Segundo a diretora do Creasi, Mônica Hupsel Frank, a entrada do paciente ocorre pela geriatria e este deve ser encaminhado pela Rede Básica de Saúde (Unidade Básica de Saúde ou Equipe de Saúde da Família). “O Creasi faz parte da rede de atenção ao paciente idoso, que é aquele que tem mais de 60 anos. E deve ser encaminhado para o Creasi àqueles que a Rede Básica não conseguiu resolver todos os seus problemas. Após receber alta do Creasi, ele continuará sendo atendido na Rede Básica”, explica.

Ela ainda acrescenta que para o Creasi são encaminhados os idosos com risco de fragilização. “Os idosos que apresentem alguma dificuldade na realização de atividades da sua vida diária, como tomar banho ou se movimentar, poderá ser atendido na nossa unidade. São pacientes que apresentam algum tipo de dificuldade na sua funcionalidade”.

A empregada doméstica Carmelita Cerqueira leva a mãe de 80 anos para ser atendida no Creasi há mais de um ano. Recentemente, a idosa passou a realizar fisioterapia duas vezes por semana e o serviço tem sido fundamental para a paciente que apresenta problemas de locomoção e deficiências cognitivas. “Só temos a dizer coisas boas do Creasi porque o serviço excelente. Eu e meus irmãos nos reservamos para trazê-la às sessões de fisioterapia. Temos o prazer de cuidar dela e encontrar um serviço de saúde pública que ofereça oportunidade de tratamento digno é muito satisfatório”, destaca.

O serviço de saúde oferecido aos idosos incluem também a terapia ocupacional, implementada por meio do Núcleo de Atenção Gerontológica. Oficinas de memória e pintura são utilizadas para desenvolver os aspectos cognitivos do paciente. A terapeuta ocupacional Milene Soledad Muniz explica a utilização da técnica. “Trabalhamos com terapia individual e em grupo para realizar exercícios que trabalhem a função cognitiva com o objetivo de promover a manutenção ou resgate da autonomia do idoso. A proposta é promover a autonomia e independência do idoso”.

Serviço para todas as idades

O Creasi também oferece o exame de densitometria óssea para o público em geral e de todas as idades. O equipamento que mede a densidade óssea do paciente é único da rede própria do Governo do Estado. Para ser atendido é necessário o encaminhamento de um médico.

Na unidade há também instalada uma farmácia que oferece gratuitamente medicamentos de alto custo para pacientes que necessitem. Até o mês de setembro deste ano foram entregue 1,5 milhão de medicamentos utilizados no combate a doenças como Parkinson, Alzheimer, Osteoporose, Lúpus, entre outras. Para ter acesso a lista completa de medicamentos e os documentos necessários para realizar a retirada, basta acessar o site do Creasi.



Repórter: Jairo Gonçalves