15/03/2019 - 17:33

Biblioteca promove sarau em homenagem aos 172 anos de Castro Alves

Para celebrar os 172 anos de nascimento do poeta baiano Castro Alves, a Biblioteca Juracy Magalhães Júnior, localizada no Rio Vermelho, promoveu, nesta sexta-feira (15), um sarau cultural aberto ao público. Com o tema 'A Poesia em toda sua Plenitude', o evento incluiu declamações de textos do escritor e performances musicais. 
 
Como convidados, a biblioteca recebeu os escritores Ester Ferreira, Antônio Carlos Dias, Marinalva Dias, Palmira Heiner, Delson Borges e Ivan Barbosa. “Castro Alves é um dos maiores mestres de nossa literatura e merece toda homenagem. Todos os anos, nós comemoramos a data de nascimento com um evento especial. Hoje estamos realizando esse sarau com a presença de escritores e músicos para celebrar o impacto da obra desse grande poeta”, explicou a dinamizadora cultural da biblioteca, Maria José Leal.
 
Cerca de 45 idosos do Centro de Referência de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi) acompanharam o sarau. De acordo com a assistente social da instituição, Milene Macêdo, eventos como levam mais alegria para os pacientes. “É uma forma deles se distraírem com um evento cultural que, além de informar bastante, tem um efeito terapêutico, já que eles se divertem bastante. Toda sexta-feira, nós realizamos uma atividade desse tipo, para tirá-los de centro, deixando a tarde mais animada”, afirmou. 
 
Castro Alves nasceu em Muritiba, na Bahia, em 14 de março de 1847, e faleceu em Salvador, no dia 6 de julho de 1871. É o patrono da cadeira nº 7 da Academia Brasileira de Letras. Reconhecido como um dos maiores escritores da literatura brasileira, o poeta deixou obras importantes como o clássico poema 'Navio Negreiro', marco na luta contra a abolição da escravidão, e o livro 'Espumas Flutuantes', uma das obras que ajudaram a definir o estilo romântico no Brasil.
 
Repórter: Tácio Santos