30/06/2020 - 09:29

Bahia Pesca inicia distribuição de máscaras e álcool gel aos pescadores

Barcos, redes, anzóis. Quando se fala em pesca, são essas as ferramentas lembradas por todo mundo. Mas, a partir de agora, dois novos itens passam a fazer parte da rotina dos pescadores baianos: máscaras de proteção contra o coronavírus e álcool gel. É que a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, iniciou a entrega de 100 mil máscaras e cinco mil frascos de álcool aos pescadores.
 
“A distribuição dos equipamentos de proteção, além de aumentar a segurança dos trabalhadores nesse período de pandemia, influencia também na segurança alimentar tanto das famílias que vivem da pesca como de quem adquire os produtos”, explicou o presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira.
 
Tanto a máscara quanto o álcool gel serão distribuídos de forma gratuita aos pescadores profissionais. Junto com os equipamentos, os pescadores receberão também uma cartilha com dicas de prevenção contra a Covid-19.
 
Confira o cronograma de distribuição entre os dias 1º e 3 de julho:
 
Distribuição de máscaras na capital
 
Em Salvador, mais de nove mil máscaras serão entregues no dia 1º (quarta-feira) a nove entidades de classe dos bairros de Itapuã, Boca do Rio, Rio Vermelho, Gamboa de Baixo, Península de Itapagipe, São João do Cabrito, Plataforma, Paripe e na Ilha de Maré.
 
Programação de entregas no interior
 
No interior, a distribuição de mais de dez mil máscaras começa no dia 1ª em Alcobaça (na Colônia Z-24), Caravelas (Colônia Z-25, Associação dos Pescadores e Marisqueiras de Barra de Caravelas e Associação de Moradores de Ponta de Areia) e Prado (Colônia Z-23).
 
Já no dia 2 (quinta-feira) é a vez das cidades de Porto Seguro (colônia Z-22) e Santa Cruz Cabrália (Grupo de Ação Para o Desenvolvimento da Atividade da Pesca Artesanal Sustentável, Associação dos Pescadores do Santo Antônio e colônia Z-51).
 
Por fim, na sexta-feira (3), as máscaras e o álcool-gel serão entregues a entidades de Belmonte (colônia Z-21 e Associação de Pescadores e Marisqueiras de Belmonte) e Itapebi (Movimento de Resistência Camponesa a Asbape).
 
Os pescadores dessas comunidades devem procurar suas entidades de classe para obter os itens. A distribuição está dividida por etapas. A Bahia Pesca divulgará um novo cronograma de distribuição para outras cidades assim que a etapa atual for concluída.
 
Máscaras geram renda
 
As máscaras foram adquiridas junto a 603 associações, cooperativas e empresas habilitadas para a produção de mais de 11,4 milhões de unidades, gerando oportunidade de trabalho em toda a Bahia, numa ação realizada em parceria entre as secretarias do Planejamento (Seplan), Desenvolvimento Econômico (SDE) e Desenvolvimento Rural (SDR).
 
Segundo o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, "além de ampliar a proteção da população contra o coronavírus, a produção das máscaras gera renda para milhares de pessoas”.
 
Fonte: Ascom/Bahia Pesca