08/11/2019 - 11:12

Bahia contará com experiência dos portugueses em cursos de formação turística

Um protocolo de colaboração envolvendo o Instituto de Turismo de Portugal, a Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur) e a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) foi assinado, nesta quinta-feira (7), em Lisboa.

O objetivo é firmar um acordo de cooperação técnica, pedagógica e científica, utilizando a experiência do Turismo de Portugal, para o desenvolvimento, na Uneb, de um novo polo universitário dedicado exclusivamente à formação para as atividades turísticas.

“Portugal é um exemplo de experiência bem-sucedida no turismo, possui escolas de excelência nessa área e pode nos ajudar muito com esse conhecimento, para a formação dos nossos profissionais”, afirma o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, que assinou o protocolo junto com o reitor da Uneb, José Bites de Carvalho, e o presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Turismo de Portugal, Luís Araújo.

O acordo prevê, sobretudo, a cooperação na formação em Hotelaria, Restauração e Turismo. Engloba as esferas da formação inicial e contínua formação de professores, intercâmbio documental, divulgação e troca de informação, programas de intercâmbio de professores, desenvolvimento curricular e outras formas de colaboração institucional.

A diretora de formação de turismo de Portugal, Ana Paula Pais, explica que as instituições envolvidas poderão também aprofundar a análise da viabilidade de diversos tipos de colaboração, a exemplo de programas de intercâmbio de alunos, formação à distância na Uneb e nas Escolas de Turismo de Portugal e estágios em empresas do setor do Turismo no Estado da Bahia e em Portugal.

"O turismo de Portugal tem uma rede de escolas, hotéis e restaurantes, por isso podemos desenvolver muitas ações em conjunto para capacitar os profissionais de turismo da Bahia", afirma.

O reitor da Uneb, José Bites, destacou que, embora a Universidade já possua um curso de turismo, "essa expertise de Portugal vai contribuir muito para qualificar o setor aqui na Bahia, considerando a possibilidade de aliar teoria e prática em hotéis e restaurantes-escolas daquele país. A Setur vai nos dar subsídio inclusive para ampliarmos os projetos de qualificação para outras áreas do turismo", concluiu o reitor.


Fonte: Ascom/ Setur