25/04/2019 - 16:42

Adolescentes da Case Feminina apresentam sarau de artes integradas

A arte tem ajudado quem cumpre medidas socioeducativas a encontrar novos rumos para a vida. Nesta quinta-feira (25), adolescentes da Comunidade de Atendimento Socioeducativo – Case Feminina, em Salvador, apresentaram a segunda edição da mostra de artes integradas ‘Sarau na Central’. 
 
Segundo a diretora-geral da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), Regina Afonso, a apresentação é um momento de quem trabalha na sede da Fundac conhecer o que é feito nas unidades. Para ela, o trabalho com arte é fundamental "porque cria nas adolescentes autoconfiança e disposição para acreditar que podem construir um projeto de vida diferente daquilo que viviam anteriormente. Uma vida longe da violência, buscando a profissionalização e a inserção na vida da comunidade e na sociedade". 
 
Uma das internas, que está há um ano e meio na Case, destacou a importância das atividades durante o tempo de internação. "As atividades ajudam na minha transformação. Através da poesia, eu posso expressar o que há dentro de mim. É uma arte bonita, que eu gosto e que vou levar para a vida toda", afirmou. 
 
O instrutor de poesias Kuma França representa a Bahia em torneios nacionais e trabalha com as meninas da Case. Ele ressaltou que aprende "mais com elas do que ensino. Tem muita verdade na arte dessas meninas. Eu não vejo adolescentes que cometeram crimes. Elas são artistas, diamantes brutos, que a gente está lapidando".
 
O trabalho coletivo é resultado das oficinas de arte-educação, um dos eixos de atendimento do socioeducativo que é ofertado nas Cases. 
 
Repórter: Raul Rodrigues