15/03/2019 - 19:53

Ações prioritárias na área da saúde são debatidas na Seplan

As ações prioritárias da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) foram debatidas nesta sexta-feira (15), durante reunião na Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan), em Salvador. Além dos secretários estaduais do Planejamento, Walter Pinheiro, e da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o encontro teve a presença do corpo técnico das respectivas pastas.
 
Entre as ações prioritárias na área da saúde, destaque para a ampliação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e dos serviços para garantia da regionalização da assistência, investimento na construção e ampliação de unidades hospitalares, além da ampliação do processo de industrialização farmacêutica, vigilância à saúde como fomento para a prevenção de doenças e investimento na construção de novas maternidades.
 
“A gente está nessa sequência de conversas cujo intuito principal é promover um grau de sintonia entre o Planejamento e as diversas secretarias, para poder cumprir a questão da transversalidade e integração nas ações prioritárias de governo, visando o cumprimento do Plano Plurianual e do Programa Participativo de Governo consolidado pelo governador Rui Costa como Plano de Governo, a partir de uma ampla ausculta promovida junto à sociedade”, destacou Pinheiro.
 
O secretário ressaltou ainda que alinhou com Vilas-Boas a realização de um processo de formação a distância voltada para gestores da Sesab, para que eles possam ampliar a capacidade de utilização dos sistemas de gestão, planejamento e finanças. “Nós vamos patrocinar um processo enorme de formação a distância para poder ir trabalhando no sentido do cumprimento de algumas metas e atividades que podem ser feitas à distância pelo corpo funcional da Sesab”, disse.
 
O secretário da Saúde avaliou como positivo o encontro, principalmente para consolidar os números de custeios e investimentos da secretaria. “Esta é uma atividade que nos permite fazer um planejamento orçamentário e financeiro realista, principalmente para poder enfrentar as graves dificuldades dos distúrbios do financiamento progressivo que o sistema de saúde vem enfrentando em todo o Brasil, principalmente depois da publicação da Emenda Constitucional 95”, ressaltou. Além da Sesab, a Seplan já realizou reuniões para debater as áreas prioritárias das secretarias do Meio Ambiente (Sema) e de Infraestrutura (Seinfra).
 
Fonte: Ascom/Seplan